01 outubro 2014

10 MANEIRAS DE USAR CAMISA AZUL OXFORD !

camisa-azul-oxford-1.jpg
camisa-azul-oxford-2.jpg

camisa-azul-oxford-3.jpg
camisa-azul-oxford-4.jpg
camisa-azul-oxford-5.jpg
camisa-azul-oxford-6.jpg
camisa-azul-oxford-7.jpg
camisa-azul-oxford-8.jpg
camisa-azul-oxford-9.jpg
camisa-azul-oxford-10.jpg

Sabem aquela peça de roupa que todas nós deveríamos ter em nosso armário? Na minha opinião, é uma boa camisa masculina, de preferência branca ou azul clarinha. É um clássico e dá pra usar tanto no trabalho como em uma saída com amigas e até mesmo em um jantar descontraído. Neste post eu mostro pra vocês 10 maneiras de usar camisa azul Oxford! É um dos itens clássicos do guarda-roupa masculino, chamada de "The Blue Oxford", ela tem este nome porque é feita com tecido "oxford",  usado originalmente na Inglaterra, no início do século XIX, tipicamente usadas com paletó e gravata. São 100% algodão,  que é um composto muito durável e ligeiramente pesado mas com uma sensação suave. Pois a camisa se tornou um "must-have" também no roupeiro feminino e a cor que está em alta também além das listradinhas, é o azul clarinho. Elas são clássicas e casuais e podem ser usadas em qualquer ocasião, as possibilidades são várias. Como é uma peça neutra e mais masculina, você pode usá-la com tudo, desde a calça preta de alfaiataria até com um jeans, short e/ou saia. O importante é que se  quebre a masculinidade da peça, acrescentando um toque bem feminino. Dê um tempo para as camisas de seda, a tendência atual é a "Oxford". Para encontrar: Zara, Dudalina, Renner. Se inspire nas imagens e veja 10 maneiras de usar camisa azul Oxford!

Imagens: reprodução

30 setembro 2014

SANDÁLIAS GLADIADORAS DESFILE CHLOÉ 2015

sandalias-gladiadoras-desfile-chloe-2015-1.jpg
sandalias-gladiadoras-desfie-chloe-2015-2.jpg
sandalias-gladiadoras-desfile-chloe-2015-3.jpg

sandalias-gladiadoras-desfile-chloe-2015-4.jpg
As sandálias gladiadoras do desfile Chloé primavera-verão 2015 me encantaram pela delicadeza das tiras finas. Clara Weight Keller, a diretora criativa da marca, além de apresentar uma coleção maravilhosa, mostrou um bom gosto incrível na escolha das sandálias. Eu tenho visto por aí, muitas gladiadoras, mas todas com um estilo mais pesado e estas da Chloé são delicadas e as cores são lindas. Gostei do comprimento, a que vai até um pouco abaixo do joelho e a outra que vai até um pouco menos da metade da perna. Não dá pra perceber se elas são com salto mais alto ou não, mas me dá a impressão que não são totalmente rasteiras. Este tipo de sandália fica bem em mulheres que tem a perna mais fina e que não são muito baixinhas, porque elas encurtam a silhueta. Para minimizar este risco, o legal é usá-las com shorts, saias ou vestido mais curto. 

Imagens: reprodução

29 setembro 2014

O RETORNO DO SCARPIN BRANCO

o-retorno-do-scarpin-branco-2.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-3.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-4.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-5.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-6.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-7.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-8.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-9.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-10.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-12.jpg
o-retorno-do-scarpin-branco-13.jpg

Quem diria que depois de anos e anos eu pudesse achar que voltaria a usar um scarpin branco! Pois é, o retorno do scarpin branco é algo que eu nem deconfiava que pudesse cair de novo no gosto das mulheres, e no meu também!  Dando uma olhada na moda de rua de revistas internacionais e blogs estrangeiros constatei que as antenadas e fashionistas de plantão estão calçando com muito estilo  o esquecido sapato branco. Aliás, no melhor estilo Carrie Bradshaw e sem se preocupar em parecer uma noiva dos anos 80. Por muito tempo eles  foram rebaixados a bregas e cafonas e agora retornam triunfantes. Eles sempre foram associados a casamentos, balies de debutantes e/ou Primeira Comunhão. Porém, a partir de agora, esqueça totalmente esta regra. Confesso a vocês que aqui em Porto Alegre, a única loja que vi foi na Zara, que nos brinda com todas as novidades e tendências das passarelas das semanas de moda. Na moda, assim como na natureza, tudo muda e tudo se transforma e tudo retorna. Este retorno é quase sempre repaginado, ganhando uma versão atualizada e uma nova maneira de usar. A tendência do scarpin branco para esta primavera/ verão é bem forte. Como o branco é uma cor neutra, podemos usar com tudo, com jeans, vestidos, com o que quisermos. O scarpin é sempre chique e eu gosto muito desta mistura de fazer um contraponto com alguma peça  mais sofisticada e outra mais esportiva. A vantagem é que podemos dar um descanso e poupar nosso scarpin nude. Confira as imagens e vá educando os olhos!. E vocês, o que acharam?

Imagens: reprodução

28 setembro 2014

O ICÔNICO "WRAP DRESS" DE DIANE VON FÜRSTENBERG COMEMORA 40 ANOS

wrapDress
wrapDress
dianevonFurstenberg
dianevonFurstenberg
dianevonFurstenberg
wrapDress
dianevonFurstenberg
cybilSheperd
Cybil Sheperd em "Taxi Driver" em 1975
Madonna
Madonna em 2004
amyAdams

Amy Adams em "Trapaça" 
O icônico "wrap dress" de Diane Von Fürstenberg comemora 40 anos. Quem curte moda sabe muito bem quem é Diane Von Fürstenberg. Estilista americana que em 1972 criou sua própria marca e, logo dois anos depois, presenteou o mundo da moda com o vestido envelope conhecido como "wrap dress".  Em 1974, aos 26 anos de idade, Diane criou um fenômeno da moda, quando apresentou seu "wrap dress" para o mundo. Mal ela sabia que o vestido se tornaria um ícone atemporal de praticidade glamurosa que é até hoje. Em 1976, mais de um milhão deles foram vendidos. DVF o descreveu "como algo que sempre vai fazer as mulheres se sentirem as melhores versões de si mesmas". O vestido ganhou o status de ícone de estilo, é sexy e fácil de usar e super versátil. Na década de 70 tornou-se o símbolo da libertação feminina. Jerry Hall usou-o pela primeira vez aos 17 anos na passarela. Cybil Sheperd, usou-o no filme "Taxi Drive", Madonna usou em uma entrevista em Tel-Aviv em 2004, Amy Adams usou um modelo "vintage" no filme "Trapaça" (American Hustle), Michele Obama usou-ou em 2009 no cartão oficial de Natal da Casa Branca. Raramente se viu um design tão democrático, já que o "wrap dress" abraça a diversidade como nenhum outro antes ou depois dele, e  pode ser usado por mulheres dos 20 aos 70 anos. O tecido é jersey e há infinitas estampas e sobre ele pode ser usado desde uma jaqueta jeans ou couro até um casaco de pele. O decote em "V" pode ser ornado com qualquer tipo de joia. Diane Von Fürstenberg, aos 66 anos é Presidente do Conselho de Estilista de Moda da América ( a mais influente organização do ramo da moda). Em 2012, a Revista Forbes a nomeou como uma das 20 mulheres mais poderosas no mundo dos negócios. É uma ativista ferrenha em vários esforços humanitários e fillantrópicos como a organização "BornFree" que faz uma campanha para erradicar a propagação do HIV de mãe para filho.

Imagens: reprodução

27 setembro 2014

FELIZ ANIVERSÁRIO BRIGITTE BARDOT!

brigittebardot
brigitteBardot
brigitteBardot
brigitteBardot
brigitteBardot
brigitteBardot
brigitteBardot
brigittebardotgunterSachs
brigittebardotalainDelon
brigitteBardot

brigitteBardot
brigitteBardot
brigitteBardotbrigitteBardot

Em 1972, Brigitte Bardot deixou o mundo do cinema no auge de seu sucesso com uma célebre declaração: "Eu dei minha juventude e beleza para os homens. Agora dou minha sabedoria e experiência para os animais". Atualmente, toda a sua energia vai para a Fundação Brigitte Bardot para o Bem Estar e Proteção Animal perto de Saint-Tropez, onde ela vive rodeada de cães, gatos, ovelhas e galinhas. Algumas de suas batalhas mais conhecidas incluem a proibição de touradas, um apelo para proibir o uso de animais no circo, matança de golfinhos e a proteção às focas.
Em 1956, aos 23 anos, BB entrou para a história do cinema com o filme  "E Deus Criou a Mulher", dirigido por seu marido Roger Vadin. No filme Brigitte personifica uma mulher francesa rebelde que exala "sex-appel". Em uma famosa cena, ela dança descalça, com a pele brilhando de suor, o cabelo selvagem e solto, com as pernas bronzeadas e musculosas, como se estivesse em transe.  A filósofa Simone de Beauvoir reconheceu em Brigitte a "liberdade absoluta", pois foi a primeira mulher a exibir publicamente sua liberdade sexual. Ela se tornou o símbolo da emancipação feminina, rompendo os códigos de conduta da época. Em cada filme ela usou sua sensualidade, posicionando-se como um ícone do cinema. Depois a atriz participou em mais de 50 outros filmes. Ela foi musa de artistas como Andy Warhol, Richard Avedon e Robert Doisneaus. John Lennon admitiu que tinha um pôster gigante da atriz no teto de seu quarto. Ela teve e tem seu estilo imitado no mundo todo, tornando-se um ícone de moda para várias gerações. Até hoje ela inspira celebridades como Kate Moss e Blake Lively. Foi ela que colocou St. Tropez no mapa da moda ao inspirar estilistas a descobrir a praia de pescadores do sul da França. Não só seu cabelo e maquiagem foram e são  copiados, seu estilo único ficou famoso, porque ela popularizou as calças capri, o  xadrez-vichy, o decote canoa que expõe ambos os ombros e que ainda hoje é chamado decote "Bardot" , as sapatilhas Repetto, os biquinis e quando se trata de beleza, cabelo solto e volumoso, delineador nos olhos e faixa larga no cabelo. BB ajudou a lançar todos estes itens ao status "cult". Ainda hoje BB é uma inspiração importante para fashionistas em todo o mundo.
Sua vida romântica inclui breves casos com Jean-Louis Trintignant, Serge Gainsbourg, Sacha Distel e Jimi Hendrix. Com Jacques Charrier teve seu único filho - Nicholas Jacques Charrier. Em 1960 namorou o playboy alemão Gunter Sachs. Hoje,  Brigitte é casada com um político francês de extrema direita Berbard d'Ormale. Já é bisavó, sofre de artrite e raramente aparece em público. Ao contrário de Faye Dunaway, Sophia Loren, Catherine Deneuve e quase todas as outras atrizes de sua geração, Brigitte nunca recorreu a nenhuma cirurgia plástica
Segundo a atriz, ela espera que seu aniversário de 80 anos sirva para chamar a atenção  de suas batalhas pelos animais e não para celebrações fúteis.
É de tirar o chapéu para a mulher mais bonita do mundo   que optou em sair de cena no auge de sua beleza e se tornar uma ativista a favor dos animais.  Bardot pode ter se aposentado em 1972, mas sua imagem mítica permanece  na memória de todos nós desde sempre. Feliz aniversário Brigitte Bardot!

Imagens: reprodução


Pin It button on image hover